Mundo

06/12/2021 as 15:40

Nova York exigirá vacinação para trabalhadores do setor privado

Cidade pretende evitar uma nova onda de infecções por Covid-19

Agência: Ansa
Foto: EPA / Ansa / https://ansabrasil.com.br/ansausers/brasil/flash/internacional/2021/12/<?php echo $paginatitulo ?>

Com o objetivo de evitar uma nova onda de infecções, o prefeito de Nova York, Bill De Blasio, anunciou que os empregadores da cidade deverão exigir que seus funcionários se vacinem contra a Covid-19.

A medida entrará em vigor na cidade norte-americana no dia 27 de dezembro e vai englobar quase 185 mil empresas do setor privado.

"Temos a Ômicron como um novo fator e o clima mais frio criará desafios adicionais com a variante Delta. Nós decidimos usar um ataque preventivo para interromper o crescimento da Covid-19 e os perigos que isso está causando a todos", declarou De Blasio em entrevista à "MSNBC".

Entre outras regras, todas as pessoas maiores de 12 anos de idade precisarão apresentar um comprovante de que receberam duas doses da vacina anti-Covid, a menos que tenham se imunizado com a dose única da Johnson & Johnson.

A cidade também exigirá o comprovante de vacinação para crianças de 5 a 11 anos de idade, caso contrário, elas não poderão acessar locais de entretenimento e refeições.

Nova York identificou oito casos da variante Ômicron no último fim de semana. Além disso, a cidade vem registrando uma média de 1,5 mil novas infecções por dia, segundo os recentes levantamentos do departamento local de saúde.

Anteriormente, Nova York já havia exigido que os servidores públicos da cidade se vacinassem contra o novo coronavírus.Além disso, os certificados sanitários se tornaram obrigatórios para permitir a entrada em restaurantes e academias, por exemplo.

As autoridades locais de saúde confirmaram que 90% dos adultos de Nova York já receberam ao menos uma dose da vacina anti-Covid.