Mundo

14/08/2020 as 09:04

Trump pretende fazer discurso de nomeação na Casa Branca

Aceitação da indicação deve ocorrer no fim deste mês

Agência: Ansa
Foto: EPA / Ansa<?php echo $paginatitulo ?>

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que pretende fazer o discurso de aceitação da nomeação do Partido Republicano para as eleições de novembro na Casa Branca. O mandatário revelou suas intenções em uma entrevista para o "New York Post" nesta quinta-feira (13).

"Eu provavelmente farei meu discurso na Casa Branca porque é um grande lugar. É um local que me faz sentir bem, que o país se sente bem. Nós podemos fazer em um dos gramados, nós temos vários gramados, então nós podemos fazer do lado de fora em termos do vírus da China", disse à publicação ressaltando que assim "poderíamos ter um grande grupo de pessoas" acompanhando.

A equipe da campanha de reeleição já sugeriu outros locais para o discurso, como o campo histórico da Guerra Civil de Gettysburg, na Pensilvânia. No entanto, com o avanço da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2), as possibilidades de viagem para um evento com público diminuíram.

No entanto, o provável discurso na Casa Branca já vem causando críticas e pode virar um problema legal para o republicano.

Segundo entrevista da presidente da Câmara dos Representantes, a democrata Nancy Pelosi, à "MSNBC", a decisão seria "legalmente errada e eticamente fora de questão".

A deputada citou o "Hatch Act", uma legislação que proíbe que funcionários federais usem o próprio cargo para atividades político-partidárias e, mesmo que ela não valha para o presidente, pode ser aplicada para todos aqueles que trabalham para ele.

A convenção republicana foi reduzida ao mínimo por conta do avanço da Covid-19 - assim como ocorre com os democratas. De acordo com o partido, estarão presentes em Charlotte, na Carolina do Norte, apenas 336 delegados entre os dias 24 e 27 de agosto. O discurso de Trump deve ser realizado no último dia de evento.