Mundo

14/08/2020 as 08:53

Nova Zelândia estende lockdown em Auckland por 12 dias

Novo foco na cidade já reúne 30 casos do novo coronavírus

Agência: Ansa
Foto: EPA / Ansa<?php echo $paginatitulo ?>

O governo da Nova Zelândia estendeu nesta sexta-feira (14) o lockdown em Auckland, maior cidade do país, por mais 12 dias, em função da descoberta de um foco de disseminação do novo coronavírus.

A Nova Zelândia havia ficado 102 dias sem registrar transmissão comunitária do Sars-CoV-2, mas colocou Auckland em lockdown de três dias a partir da última quarta (10), após quatro casos terem sido detectados em uma mesma família.

Desde então, já foram descobertos 30 contágios, sendo quase todos eles em Auckland, cidade de 1,66 milhão de habitantes, ou em seus arredores, o que fez o governo estender o isolamento. No entanto, dois casos foram detectados em Tokoroa, a 200 quilômetros da metrópole.

As autoridades sanitárias tentam agora descobrir como o vírus voltou para a Nova Zelândia, elogiada mundialmente pela forma como enfrentou e controlou a pandemia. No entanto, a primeira-ministra Jacinda Ardern expressou otimismo.

"Há sinais de que encontramos esse foco relativamente cedo", declarou. Com quase 5 milhões de moradores, a Nova Zelândia acumula 1.602 contágios e 22 mortes na pandemia.

Isso representa índices de 33 casos e 0,5 óbito para cada 100 mil habitantes - para efeito de comparação, o Brasil tem 1.535 infecções e 50 mortes para cada 100 mil habitantes, segundo o Ministério da Saúde.

O lockdown em Auckland é de "nível 3" e prevê restaurantes e bares fechados, a não ser para serviços de retirada. Os moradores devem ficar em casa, com exceção de trabalhadores de serviços essenciais, e usar máscaras ao sair na rua. Aglomerações com mais de 10 pessoas estão proibidas.