Mundo

13/12/2019 as 07:06

Número de imigrantes brasileiros presos nos EUA aumenta 10 vezes em 2019

Em outubro e novembro deste ano os registros continuaram altos, com 3 mil brasileiros detidos

Agência Sputnik
Foto: © AP Photo / Gregory Bull / Sputnik<?php echo $paginatitulo ?>

Número de imigrantes brasileiros presos nos EUA chegou a 18 mil no ano fiscal de 2019, terminado em setembro, um aumento de mais de 10 vezes, segundo os serviço americano de Alfândega e Proteção de Fronteiras. 
Em outubro e novembro deste ano os registros continuaram altos, com 3 mil brasileiros detidos.

No ano fiscal de 2018, foram 1.600 brasileiros presos pela Polícia de Fronteira. O recorde era do ano fiscal de 2016, que teve 3.200 imigrantes brasileiros detidos. 

Ao todo, 977.509 pessoas foram presas no ano fiscal de 2019 na fronteira sul, com o México, um acréscimo de 88% em relação a 2018.

As prisões tiveram um pico em maio, caindo após acordos migratórios com México, Guatemala, Honduras e El Salvador.

EUA e Brasil tem 'diálogo aberto' sobre o tema
O subsecretário para América Central do Departamento de Estado, Hugo Rodriguez, disse em entrevista coletiva, segundo publicado pelo jornal O Globo, que "todos os países pelos quais" os brasileiros passam até chegar à fronteira sul dos EUA "devem fazer seu papel para assegurar que a viagem é legítima, e que eles só estão facilitando viagens para propósitos legítimos". 

Além disso,  o secretário adjunto do Departamento de Segurança Interna, Ken Cuccinelli, afirmou que a imigração é um "tópico quente" nas conversas com o Brasil, mas o governo americano tem um "diálogo aberto" com o país sobre o tema e que está sendo discutido "ativamente".

Existem suspeitas de que o governo brasileiro estaria facilitando a deportação de brasileiros sem passaporte dos EUA, após ameaças de sanções de Washington.

Combater a imigração ilegal é uma das principais promessas de campanha do presidente americano, Donald Trump. Além de querer construir um muro na fronteira com o México, seu mandato foi marcado por acusações de maus tratos ao lidar com os imigrantes.