Mundo

21/10/2019 as 07:02

'Estamos em guerra', afirma presidente do Chile

As declarações do mandatário dizendo que o país está em guerra não foram bem recebidas pela oposição

fonte
Foto: © AP Photo / Esteban Felix<?php echo $paginatitulo ?>

O presidente chileno, Sebastián Piñera, afirmou em uma conferência de imprensa que o país está em guerra, devido às constantes manifestações que já deixaram 10 mortos.
O Chile tem sido palco nos últimos dias de violentas manifestações.

"Estamos em guerra contra um inimigo poderoso, implacável, que não respeita nada nem ninguém, que está disposto a usar a violência e a criminalidade sem nenhum limite", afirmou Sebastián Piñera relativamente aos protestos e distúrbios registrados no país.

Após uma nova jornada de mobilizações em Santiago, o mandatário realizou uma conferência para enviar uma mensagem ao povo, apontando principalmente contra "aqueles que têm o único propósito de produzir o maior dano possível".

"Esta é uma batalha que não podemos perder, [por isso] o general Javier Iturriaga, chefe da Defesa Nacional, reuniu 9.500 homens (agentes das Forças Armadas) para salvaguardar a paz, a tranquilidade, os direitos e liberdades", assinalou Piñera.
As declarações do mandatário dizendo que o país está em guerra não foram bem recebidas pela oposição.

"Senhor presidente, você está mal, não estamos em guerra nem os manifestantes são inimigos", escreveu a deputada do Partido Socialista Maya Fernández.