Mundo

18/10/2019 as 23:06

Novo dia de intensos protestos em Barcelona deixa 35 feridos

Um total de 35 pessoas ficaram feridas durante os protestos na Catalunha nesta sexta-feira (18)

Agência Sputnik
Foto: © REUTERS / Juan Medina<?php echo $paginatitulo ?>

A Catalunha vive uma jornada de greve geral em protesto contra a decisão de do Tribunal Supremo da Espanha de condenar os envolvidos no processo que levou ao referendo e à declaração de independência do Parlamento da Catalunha.

Um total de 35 pessoas ficaram feridas durante os protestos na Catalunha nesta sexta-feira (18). A informação foi divulgada pelo Sistema de Emergência Médica (SEM) do governo catalão.

"Ao longo do dia, o SEM atendeu 35 pessoas", afirmou a agência.

A maioria das intervenções de saúde ocorreu no centro de Barcelona, que está passando por um novo dia de confrontos entre policiais e manifestantes, desta vez com o foco das manifestações sendo em frente à sede da polícia.

A violência está aumentando no centro de Barcelona. Continuam os enfrentamentos entre a polícia e os manifestantes, que seguem armando barricadas.​

O ciclo de protestos começou em 14 de outubro na Catalunha depois que a Suprema Corte espanhola condenou nove dos doze líderes políticos e civis catalães que foram julgados pelo processo que levou ao referendo unilateral de outubro de 2017 e a subsequente adoção de uma declaração de independência pelo Parlamento da Catalunha. A condenação é por crimes de sedição, peculato e desobediência.

A maior condenação recaiu sobre o ex-vice-presidente catalão Oriol Junqueras, condenado a 13 anos de prisão e outros 13 anos de desabilitação absoluta por um crime de sedição agravado por outro de peculato.