Economia

29/05/2020 as 11:03

Apenas 22% das empresas têm recursos para manter atividades por mais um mês, diz CNI

Por outro lado, o relatório aponta que 45% das empresas podem sobreviver por até três meses

Agência Sputnik
Foto: José Paulo Lacerda/CNI<?php echo $paginatitulo ?>

Levantamento realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) diz que apenas 22% das empresas têm recursos para manter atividades por mais um mês diante da crise do coronavírus.
Por outro lado, o relatório aponta que 45% das empresas podem sobreviver por até três meses. 

Além disso, o relatório afirma que três de cada quatro executivos diminuíram ou paralisaram sua produção. 

A pesquisa, feita por por telefone, entrevistou 1.017 executivos industriais de todas as regiões do Brasil, entre os dias 15 e 25 de maio. A margem de erro é de três pontos percentuais. 

Apesar da crise, 44% dos entrevistados acreditam que a economia vai crescer nos próximos três anos.

Industriais resistem a demitir
A pesquisa mostra ainda que o industrial brasileiro tem resistido a demitir, mesmo com paralisação e diminuição da produção. 

De acordo com o levantamento, 74% das empresas foram afetadas negativamente pela crise e 82% registraram queda no faturamento nos últimos 45 dias, porém, ao mesmo tempo, 66% delas não demitiram seus empregados.

E das indústrias que tiveram que dispensar funcionários, 78% acreditam que voltarão a contratar.

Como efeito da pandemia, o Produto Interno Bruto do Brasil caiu 1,5% no primeiro trimestre, divulgou nesta sexta-feira (29) o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).